sexta-feira, dezembro 02, 2011

26 horas depois... de volta a casa.

Não, não estou em Lisboa, estou a mais de 9.000 quilómetros de Lisboa na casa do Phillip Symons, da Joaleen e da pequena Mayland em Durban, na costa Leste da Africa do Sul. Não encontro nenhuma expressão melhor para definir esta sensação de conforto, de acolhimento e de amizade pura com que mais uma vez fui recebido. Bem sei que já repeti esta frase inúmeras vezes, mas que se há tipos com sorte, eu sou definitivamente um deles, tenho amigos de uma qualidade insuperável. Obrigado Phillip, Joaleen e Mayland. O Phillip é o irmão do Elmer, um amigo que acolhemos em 2006 durante a sua participação no Dakar ainda como mecânico. Em 2007 ele voltou como piloto e já não era visita, era da casa. Bem integrado no nosso circulo de amigos, participámos intensivamente na sua preparação para o Dakar. Ele de certa forma estava a viver o sonho de todos nós, entusiastas desde tenra idade do rally mais duro do planeta, e com ele seguiu um pouco de cada um dos que passaram os serões lá na garagem. Quis o destino que o Elmer nos deixa-se enquanto concretizava o seu/nosso sonho, mas nós não deixámos e desde então ele vive um bocadinho em cada um de nós. Neste reencontro com o Phillip ele esteve bem presente, degustou aquela garrafa de vinho connosco, ajudou a preparar a moto, partilhou este serão delicioso em família e amanhã guiará o meu caminho pela sua terra... sempre com aquele sorriso de puto bem comportado. A moto está pronta, o incansável Michael da Honda Durban já tinha tudo preparado e foi só carregar e andar. É incrível como o cansaço de 26 horas entre aviões e aeroportos se dissipou assim que andei 20 minutos de moto. Obrigado Michael, a Lady está uma belezura :) Amanha, se a trovoada que cai neste momento permitir, subirei ao Roof of Africa, ao Lesotho por umas pistas onde o Elmer foi diversas vezes campeão de enduro e onde foram espalhadas as suas cinzas. O Phillip já me indicou o caminho, a moto está carregada e eu tô ansioso por começar.

1 comentário:

  1. Carlos , adorava fazer essa viagem...

    Que corra tudo bem.
    Abraço

    Fernando Pereira

    ResponderEliminar