terça-feira, novembro 02, 2010

A desculpa.

Para todas as viagens temos de ter uma razão. Eu pessoalmente tenho a mania de chamar as minhas de "projectos". Não sei se é para eu as levar a sério ou se a razão é exactamente a oposta, parar de levar tudo o resto tão a sério. O facto é que algo me chama a atenção para um determinado objectivo, estudo-o, planeio-o, projecto-o e tenho tido a sorte de até agora os ter conseguido executar. Mas na realidade são apenas e só desculpas, desculpas para parar. Parar de me preocupar, parar de pensar, para de ter responsabilidades, parar de levar tudo tão a sério e partir para ver o que o mundo tem para mostrar. A desculpa desta vez chama-se Darien Gap. Uma selva densa e pantanosa que divide a América Central da América do Sul. Um pedaço de terra que representa um dos redutos mais difíceis de atravessar por terra. Para lá chegar tenho antes de sair do México, "cortar" o Belize ao meio, cruzar toda a Guatemala, atravessar as Honduras, subir aos vulcões de El Salvador, descer pela Nicarágua, entrar na Costa Rica e chegar ao Panamá. Só então posso avaliar se é possível ou não chegar à Colômbia por terra. Não é difícil concluir que apesar de todo o "projecto" a florear a coisa, tudo não passa de uma desculpa. Uma desculpa para fugir daqui e não pensar em nada durante umas semanas... Atravessar o Darien Gap é o "projecto", a desculpa que encontrei para ter uma razão para me empurrar a partir, mas é também o menos importante! O caminho para lá chegar é a verdadeira viagem. Parto no próximo sábado.

3 comentários:

  1. Carlos: desejo-te o maior êxito em mais esta "aventura". Tanto quanto tenho lido atravessar o Darien Gap é um enorme desafio e que também por isso aumenta o fascínio. Tudo a correr pelo melhor e cá ficamos à espera do relato e fotos.

    Abr.

    ResponderEliminar
  2. Mais um GoGoGo! para ti, amigo Carlos e os votos de uma excelente aventura nas Américas. Estou a ler-te mas a não acreditar muito que encares a sério a travessia por terra. Tenho a certeza que leste tudo o que há para ler sobre o Gap e sabes que os perigos da zona estão bem para lá da "selva densa e pantanosa" e que essa zona nada tem a ver com outros países julgados perigosos mas visitados por muitos estrangeiros. Mas deverá ser fascinante conhecer as pessoas das aldeias "habitadas" e "normais" de Darien e desse ponto de vista todo o projecto é uma óptima desculpa. :) Votos de uma excelente aventura, grande viajante, que depois queremos saber tudo!

    ResponderEliminar
  3. Boa viagem Carlos, vai dando noticias ;)

    Joe

    ResponderEliminar